Vendaval em Iracemápolis

Instabilidades Atmosféricas

As instabilidades atmosféricas provocadas pelas nuvens cumulo nimbos conhecidas como supercélulas com espessura vertical de centenas de metros até de dezenas de centenas de metros, são assustadoras e geralmente na aproximação, precedem-se com ventos em forma de rajadas fortes, correntes em ascensão os quais responsáveis pela maioria das catástrofes tanto nas áreas urbanas, expansões urbanas e em áreas rurais provocando chuvas torrenciais com curta duração e de grande intensidade, as descargas elétricas são frequentes e muitas vezes conforme a variação brusca da temperatura e pressão atmosférica, ocasionam granizos , e a cada obstáculo existente na superfície como árvores e construções se transformam em freios na velocidade, ora em forma de derivações horizontais e ora como cunhas de ascensão em forma de correntes provocando sucções, que destelham construções e conforme a intensidade, chegam a remover todo o conjunto de cobertura de uma construção residencial, isto é, a cobertura com madeiramento ou estruturas metálicas de forma total.

A denominação tornado tem origem na palavra espanhola ¨tornada¨, cujo significado é tempestade. Trata-se de uma coluna de ar em rotação, e se desloca a uma velocidade acima de 30km/h no entorno de uma área de baixa pressão atmosférica em forma de redemoinho de vento e ocorre quando uma nuvem em movimentação tangencia a superfície, e o diagnóstico de ocorrência na superfície terrestre, é quando se vê árvores arrancadas pelo tronco, pela raiz e nas copas, galhos retorcidos ou decepados como se tivessem sido arrancados. Quando esse evento ocorre sobre uma superfície com água, é denominado como tromba d’água. As tempestades são acompanhadas por ventos de grande velocidade. Os vendavais ocorrem quando uma massa de ar frio se choca com uma massa de ar quente predominante numa região, causando uma sucção superficial, pelo efeito físico em forma de corrente atmosférica onde o ar quente predominante se eleva e o ar frio vem ocupar essa região. Percebe-se que logo após o evento atmosférico ocorre, o predomínio de ar frio , principalmente quando ocorrerem chuvas com granizo,  se voltar a aquecer  rapidamente, novos vendavais  tendem a acontecer, mas a direção em muitos casos não são previsíveis. Quando ocorrem com chuvas fortes, nota-se que o vento não tem uma direção definida, e causam danos em coberturas, árvores e benfeitorias da superfície, o que se percebe através do molhamento e incidência dos pingos da chuva nas janelas e paredes, resumindo, conforme o evento chuvoso vai prevalecendo, percebe-se muitas variações na intensidade e o vento vai mudando de direção, até atingir a calmaria, as descargas elétricas começam a diminuir e nota-se as mesmas de nuvem para nuvem, e o trovão acompanha com estrondos sequentes até se ouvir o máximo estrondo longe do ponto de observação, e importante a saber, que nessa fase ainda há chances de descargas de nuvem para a terra e vice versa. Os eventos de tempestades, são mais evidenciados nas estações climáticas transitórias, como no Outono e na Primavera, e as nuvens mais tendenciosas são as do tipo cumulo nimbos e nas de desenvolvimento vertical que são as supercélulas.

Diagnóstico meteorológico do evento ocorrido em 11 de Outubro de 2011,    na cidade de Iracemápolis – SP, às 4:30 horas.

Durante a madrugada, o calor e abafamento estavam forte, onde muitos dormiam sem a necessidade de cobertores, prevalecia-se  um silêncio sem eventos de trovões ouvidos ao longe, e, repentinamente formou-se uma tendência chuvosa localizada, e no contato atmosférico entre o ar quente e úmido, atingiu-se a temperatura de ponto de orvalho e no perfil vertical, ocorreram turbulências, e na direção à montante do Ribeirão Cachoeirinha, vindo da direção da Fazenda Boa Vista e Fazenda Pilon, Feltre e Paraiso, com superfície atualmente homogênea, com a cultura canavieira cortada, e ainda favorecida pela geografia local, em forma de uma escarpa baixa à Oeste e Leste, o fluxo ou sentido de aproximação se favoreceu à uma rápida instabilidade na baixa atmosfera,  culminando na região da planície do ribeirão da Cachoeirinha ao lado do terminal rodoviário e avançou em direção da conhecida baixada da Lagoa dos Patos e Centro de Lazer dos Trabalhadores, num raio de ação do entorno de aproximadamente 500 metros de largura.  Por análise das repetições de eventos de chuvas fortes, as piores tempestades na região de Iracemápolis, Limeira, e outras da região, ocorrem na aproximação de instabilidades pelos quadrantes WSW (oeste-sudoeste) e  SSW (sul-sudoeste), e também pelo oposto que são NNE (norte-nordeste) e ENE (leste-nordeste).

Compratilhar...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Comentários encerrados.